domingo, 13 de outubro de 2013

FC Porto 1984-1985


Era a estreia de Artur Jorge, o "treinador-poeta", no banco de um FC Porto apostado em interromper um ciclo de cinco anos sem ser campeão. Numa equipa que passou a contar com o talento de Paulo Futre, o jovem prodígio contratado ao Sporting, Fernando Gomes esteve demolidor e marcou nada mais nada menos do que 39 golos em 30 jornadas, sagrando-se pela 2ª vez Bota de Ouro (e ganhando assim o cognome de "Bibota").
A superioridade evidenciada pelos azuis e brancos ao longo da época foi inequívoca. O FC Porto que cedeu apenas 5 pontos em toda a prova (quando a vitória ainda valia 2 pontos), garantiu a conquista do título à 27ª jornada após uma goleada ao Belenenses nas Antas por 5-1, deixando no final o Sporting a 8 pontos e o Benfica a 12. A eliminação com o Wrexham na 1ª eliminatória da Taça das Taças foi o ponto negativo da temporada. Os portistas foram eliminados com os galeses depois de uma vitória em casa por 4-3, com uma exibição infeliz do guarda redes jugoslavo Borota (que estava a substituír o castigado Zé Beto), quando na 1ª mão tinham perdido no País da Gales por 1-0.
Entretanto a rivalidade entre FC Porto e Benfica ia ganhando contornos significativos: os dragões conquistaram a Supertaça aos encarnados, numa prova decidida ao fim de quatro jogos, mas perderam na final da Taça no Jamor contra o rival da Luz (3-1).


Equipa-Tipo

Zé Beto
João Pinto
Lima Pereira
Eurico
Inácio
Frasco
Quim
Jaime Magalhães
Vermelhinho
Futre
Gomes
  
Treinador - Artur Jorge


Resumo:

1º Lugar - I Divisão 1984-1985

Vitórias - 26
Empates - 3
Derrotas - 1

Golos Marcados - 78
Golos Sofridos - 13




Sem comentários:

Enviar um comentário